ARTE EM QUESTÕES

PROJETO: Arte em Questões 

período: desde 2001

foco: reflexão teórico-prática sobre o ensino de Arte, fruição e formação para professores

atuação: publicações, cursos, palestras, assessorias

envolvidos: Instituto Caleidos e Caleidos Cia

apoios: Instituto Caleidos, Secretaria Municipal de Educação/SP , Secretaria Municipal de Cultura/SP

O Projeto Arte em Questões nasceu das experiências como docentes e como formadores que seus criadores – Isabel Marques e Fábio Brazil – acumularam no trecho inicial de suas carreiras, estruturou-se como projeto no contexto da construção da primeira sede do Caleidos Cia, o Caleidos Arte e Ensino – de 2001 até 2008 - e de certa forma é o projeto que norteou as ações daquele momento. O projeto Arte em Questões teve início com a publicação de artigos sobre o ensino de Arte no site da Agência Carta Maior em 2001 e com a oferta de cursos e oficinas a professores. Os artigos de Arte em Questões foram reunidos em livro em 2011 com o apoio do Programa de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo. Atualmente o livro ARTE EM QUESTÕES é publicado pela Cortez Editora. Paralelamente às publicações, o Caleidos Cia desenvolveu cursos, oficinas, encontros e assessorias para problematizar na prática as questões referentes ao ensino de Arte nas escolas.

Da reflexão sobre o ensino de Arte, do desenvolvimento teórico e prático e da vivência em sala de aula, em escolas e assessorias, surgiram as publicações – artigos e livro – e as propostas práticas por meio de cursos e assessorias. Arte em Questões reúne uma ampla frente de ações envolvendo o fazer artístico e o ensino e Arte. O foco é o professor que trabalha com arte em sala de aula. Publicações, cursos, assessorias, encontros nos quais o ensinar Arte não se desvincula do fazer, ler e fruir arte, nos quais a Arte das/nas escolas não se desvincula da experiência de arte em sociedade. Um mergulho teórico-prático nas questões que permeiam o ensino de Arte nas escolas propondo perguntas cujas respostas nascem das práticas docentes críticas e criativas de cada professor.

Voltar ao topo